2021-01-20 08:42:49
A importância da análise de solo
Um dos principais limitantes da produção agrícola é a fertilidade do solo e a nutrição das plantas. Por conta disso, os especialistas da área orientam que antes de qualquer tomada de decisão na lavoura, seja na calagem, gessagem ou remineralização e nutrição, deve-se sempre fazer as análises químicas do solo para a definição do melhor manejo nutricional na lavoura. Pois essa estratégia visa reduzir custos e oferecer condição para a planta obter o maior potencial produtivo.

O manejo do solo é fundamental para o cultivo de qualquer cultura agrícola na safra de verão ou safrinha de inverno, seja ela de grãos, cereais, frutíferas, florestais ou pastagem. Com essas análises realizadas é possível conhecer os teores químicos do solo e recomendar a calagem para correção da acidez, remineralização como fonte de potássio, adubação, e assim por diante. 

O mestre em agronomia e especialista em fertilidade do solo e nutrição de plantas Saulo Brockes explica que com o estudo é calculada e avaliada a necessidade de complementar os teores de macro e micronutrientes fundamentais para o pleno crescimento e desenvolvimento da lavoura.

Como preparar o solo com remineralizador

O remineralizador, também conhecido como pó de rocha ou na prática, rochagem, pode tornar-se uma importante técnica de remineralização do solo e fertilização das plantas, complementar às práticas tradicionalmente utilizadas na agricultura. Esses remineralizadores têm o objetivo de fornecer minerais jovens ao solo que são ricos em multinutrientes naturais.

“O pó de rocha entra no manejo nutricional principalmente como fonte de potássio, silício e micronutrientes. O resultado é a melhora da a fertilidade do solo e a nutrição de plantas”, como explica Saulo Brockes. 

Dados recentes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apontam que a área plantada no Brasil com os agrominerais e pós de rocha já ultrapasse dois milhões de hectares. Só em Goiás, estado pioneiro no uso da rochagem, há registro de pelo menos 250 mil hectares plantados com rochagem ou insumos biológicos.

Entre as opções temos o pó de rocha e remineralizador FMX (Fino de Micaxisto) que deve ser posicionado e aplicado antes do plantio, assim como o calcário, para ocorrer a reação desejada na lavoura. “Dessa forma damos o tempo e a condição necessária para a rocha passar pelo biointemperismo e disponibilizar a nutrição para as plantas”, explica o agrônomo.

Sobre o FMX TRATTO

FMX TRATTO é um bioinsumo agrícola, registrado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) como remineralizador e condicionador de solo. O FMX é natural e derivado de um pó de rocha de qualidade, desenvolvido para tratamento mineral, remineralização e condicionamento de solos. 

O bioinsumo fornece multinutrientes (K, Ca, Mg, Si, Mn, Zn, B, entre outros minerais) para estruturação do perfil produtivo, além de atuar como fonte natural de minerais para os solos e plantas. O FMX TRATTO é produzido em Aparecida de Goiânia-GO e pertence ao Grupo Actualpar. É o primeiro remineralizador de solos registrado no MAPA e aprovado pela Associação de Certificação Instituto Biodinâmico (IBD) para uso na produção orgânica.

Tire suas dúvidas sobre o FMX. Mande suas perguntas para nosso especialista e tenha uma consultoria gratuita.
Quer saber como Aumentar a sua Produtividade usando o insumo Agrícola FMX?
Não Perca mais Tempo! Fale AGORA com um de nossos Consultores Especialistas.
QUERO UMA CONSULTORIA
WHATSAPP (62) 3412-6631
TELEFONE (62) 3416-1070